sexta-feira, 31 de agosto de 2012





"Existe um Mago dentro de cada um de nós. 
Esse Mago tudo vê e tudo sabe."
 

Deepak Chopra

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Na noite


Chega um momento
Em que somos aves na noite,
Pura plumagem, dormindo de pé,
Com a cabeça encolhida.
O que tanto zelamos
Na fileira dos dias,
O que tanto brigamos
Para guardar, de repente
Não presta mais: jornais, retratos
Poemas, posteridade.
Minha bagagem
É a roupa do corpo.

Fabrício Carpinejar

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Totalidade - Osho

"A cada momento há a possibilidade de ser total. 
Seja o que for que esteja fazendo, fique tão completamente absorto, de modo que a mente não pense nada, esteja simplesmente ali, seja apenas uma presença. 
E mais e mais totalidade virá para você e o sabor da totalidade o tornará cada vez mais e mais capaz de ser total. 
Procure perceber quando você não está sendo total. 
Esses são os momentos que precisarão ir sendo abandonados pouco a pouco. Quando você não é total... sempre que você estiver na cabeça - pensando, refletindo, fazendo cálculos, sendo astuto, achando soluções engenhosas -, você não é total. 
Pouco a pouco, vá se descartando desses momentos. 
Trata-se apenas de um velho hábito. 
Hábitos são difíceis de se deixar. 
Mas eles morrem certamente - se a pessoa persiste, eles morrem."

Osho

quinta-feira, 23 de agosto de 2012


“Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de.
Apesar de, se deve comer.
 Apesar de, se deve amar.
Apesar de, se deve morrer.
Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente.”

Clarice Lispector

terça-feira, 21 de agosto de 2012


De namorico com as Palavras
levando de leve,
(e até pensei que isso não fosse dar em nada)
vai vendo
fui surpreendida:
- Engravidei das Palavras!
É menina, e se chama Poesia.



#RêAguiar

domingo, 19 de agosto de 2012

O Amor não é uma relação entre duas pessoas.
É um estado de espírito dentro de si mesmo.
Osho

Lighthouse

No final das contas o grande acerto de contas é entre a gente com a gente mesmo.
Parece que tem a ver com o outro.
E muito que tem, certamente.
Ou melhor: teria.
Quando a gente revisa perante o grande sol percebemos que fomos nossas escolhas e permissões.
Fomos também reações, estas, advindas destas escolhas, sejam elas certas ou não.
O que foi certo, afinal?
Quando a gente decide, a gente assume o risco.
Mas não dá pra sair mergulhando sem precauções.
Tem que se colocar no centro.
Dentro do coração.
Antes de tudo, antes de qualquer um.
É só assim que a gente vai aguentar a dor de quando algo não dér certo.
Porque nunca é pra sempre.
Nunca é perfeito.
Não é nem nunca será.
A dor virá, o que fará a relação com essa dor ser tolerável será o quanto de nós mesmos restar por dentro. Amar é um verbo estranho.
O amor, quando olhado sob a luz, não reflete o outro:
Aquela pessoa que  eu vejo ali do outro lado sou eu.
O que refletiu. O que foi refletido.
Penso e reflito!

via:
http://umaestrelanamao.blogspot.com.br/


sábado, 18 de agosto de 2012


Consciência é a forma que o Criador escolheu
para que o Universo viva dentro de você.