domingo, 27 de fevereiro de 2011

Em amor, tudo o que acontece é sagrado.
(...) ela está sempre tão dentro dela mesma que qualquer coisa que faça não é nem certa nem errada, é simplesmente o que ela podia fazer.


CaiO F.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Agradeço por poder ignorar tanta coisa. Isso me deixa mais leve pra vida, mais forte por dentro.

Vanessa Leonardi

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011


" Vou mostrando como sou
e vou sendo como posso.
Jogando meu corpo no mundo,
andando por todos os cantos.
E pela lei natural dos encontros, eu deixo
e recebo um tanto (...)"

Novos Baianos

"Há coisas que a gente não sabe nunca o que fazer com elas."
 Mario Quintana

"Eu imagino que mesmo quando anoitece, na praia a gente é sempre uma pessoa solar."

Jaya Magalhães
"E o que estava longe está aqui: dentro e tão perto, de um jeito tão certo que só cabe mesmo em mim". 

Nando Reis

sábado, 19 de fevereiro de 2011


"Porque eu só preciso de pés livres,
de mãos dadas
e olhos bem abertos."

[Guimarães Rosa]

"A beleza que revistas prometem em uma semana, você consegue em segundos numa gargalhada."

          Vanessa Leonardi

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011


"Que os sensíveis sejam também protegidos.
Que sejam protegidos todos os que veem muito além das aparências.
Todos os que ouvem bem pra lá de qualquer palavra.
Todos os que bordam maciez no tecido áspero do cotidiano."

Ana Jácomo

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011


BENDITAS

Benditas coisas que eu não sei
Os lugares onde não fui
Os gostos que não provei
Meus verdes ainda não maduros
Os espaços que ainda procuro
Os amores que eu nunca encontrei
Benditas coisas que não sejam benditas
A vida é curta
Mas enquanto dura
Posso durante um minuto ou mais
Te beijar pra sempre o amor não mente, não
mente jamais
E desconhece do relógio o velho futuro
O tempo escorre num piscar de olhos
E dura muito além dos nossos sonhos mais puros
Bom é não saber o quanto a vida dura
Ou se estarei aqui na primavera futura
Posso brincar de eternidade agora
Sem culpa nenhuma.




"Mesmo de cara lavada
Diz que sou sua pintada
E feito velho jogo de ligar os pontos
Você vai achar
Vai me encontrar aqui"

Grains de Beauté - Céu

"Tenho que ter paciência para não me perder dentro de mim: vivo me perdendo de vista. Preciso de paciência porque sou vários caminhos, inclusive o fatal beco-sem-saída"

Clarice Lispector

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011



Sigo esvaziando garrafas à espera dos passos. posso senti-la no ar, posso senti-la na ponta dos dedos, posso ver calçadas construídas para seus pés caminharem, posso ver travesseiros para sua cabeça, posso sentir a expectativa da minha risada, posso vê-la acariciando um gato, posso vê-la dormir, posso ver seus chinelos no chão. pequenas gotas de você pingando na poeira. sei que alguma noite em algum quarto logo meus dedos abrirão caminho através de cabelos limpos e macios. quando me penso morto penso em fazer amor com você quando não estou por perto. é tudo tão confortável — esse fazer amor, esse dormir juntos, a suave delicadeza… outra cama outra mulher mais cortinas, outro banheiro outra cozinha outros olhos outro cabelo outros pés e dedos. essas orelhas esses braços esses cotovelos esses olhos olhando, o afeto e a carência me sustentaram. sou um bom cozinheiro, um bom ouvinte, mas nunca aprendi a dançar. me sinto bem melhor agora. dediquei-me ao sapateado e as palavras difíceis que sempre tive medo de dizer podem agora ser ditas: eu te amo como um homem ama uma mulher que jamais tocou, para quem apenas escreveu, de quem manteve algumas fotografias. eu poderia ter te amado mais se eu tivesse sentado numa pequena sala enrolando um cigarro e ouvindo você mijar no banheiro. mando a cerveja goela abaixo, peço uma bebida forte rápido para adquirir a garra e o amor de continuar. eu sairei e esperarei por você.

Charles Bukowski

É nesse momento que conceitos como moral, certo, errado, bem ou mal
deixam de ter sentido.
Fica no final de tudo só a vida que flui e reflui sem nome, imensa.


CaiO F. 


Primavera para o meu olhar.


Ana Jácomo


Que me desculpem os apáticos, Não tenho medo de sentir. Eu sinto muito!

 Ana Jácomo 

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011


"(...) e que bonita foi aquela noite - em que se encontraram e se perderam para sempre."

CaiO F.

Quis dizer não, mas porque a vida é mágica e eu tinha esquecido, sem saber porque disse sim.
 
CaiO F.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011



Abandone-se, tente tudo suavemente,
 não se esforce por conseguir – esqueça completamente o que aconteceu
e tudo voltará com naturalidade.

CaiO F.




' E a minha alma alegra-se com o seu sorriso,
um sorriso amplo e humano, como o aplauso de uma multidão.


Fernando Pessoa